Os campeões jogam aqui

ESPORTE SERRA

JUVENTUDE VIRA SOBRE O CRUZEIRO E VOLTA PARA A ZONA DE CLASSIFICAÇÃO DO GAUCHÃO

25 FEV 2018
25 de Fevereiro de 2018
Com muito sofrimento, mas desta vez com luta, o Juventude reagiu e ganhou do Cruzeiro por 3 a 2 no Alfredo Jaconi na tarde deste domingo. A vitória deixa o alviverde com nove pontos, na zona de classificação para a a próxima fase do Gauchão, na oitava colocação. O Cruzeiro começou assustando, abriu o placar logo cedo com William Koslowski, mas a reação alviverde veio com Felipe Lima e o artilheiro do campeonato, Guilherme Queiróz, convertendo pênalti na segunda etapa. O mesmo William Koslowski empatou para o Cruzeiro na etapa final. Mas já na parte final, Fred fez um golaçoe garantiu a festa da Papada. O Juventude volta a jogar no domingo (4), diante do Grêmio, no Alfredo Jaconi.

O Juventude entrou em campo com muitas mudanças. Matheus voltou ao gol, Micael assumiu a defesa, Vinícius na lateral, no meio Amaral e Bruninho entram nas vagas de Mateus Santana e Sananduva. Fellipe Lima também saiu para a entrada de Jô.
E logo em sua primeira participação, o meia Wagner já fez grande jogada. De calcanhar serviu o companheiro Lucas Carvalho, que cruzou com perigo, mas a defesa alviverde conseguiu salvar para escanteio. Aos sete minutos, o gol do Cruzeiro. William Koslowski aproveitou erro de Amaral, que perdeu a bola, e chutou no ângulo de Matheus, fazendo um golaço. Aos nove, o Juventude respondeu. Ricardo Jesus recebeu de Queiróz, mas impedido concluiu para defesa de Deivity.

Aos 12 minutos, o empate do Juventude. Felipe Lima aproveitou sobra de corte da defesa e chutou forte de esquerda para empatar. Aos 15, Vinícius cruzou bem e Felipe Lima cabeceou perto do gol, à esquerda de Deivity. Aos 27, Felipe Lima sentiu lesão muscular e saiu para a entrada de Denner. Aos 32, Jô poderia ter virado, mas se enrolou com a bola, exagerou nos dribles e perdeu a chance.

Veio o segundo tempo e a virada alviverde. Aos quatro minutos, Bruninho pegou sobre e chutou, a bola bateu na mão do defensor. Pênalti. Na cobrança, Queiróz foi perfeito e colocou o Juventude na frente. O gol acendeu o Juventude. Aos 10 minutos, Queiróz teve outra oportunidade, mas novamente preferiu o passe e não concluiu. Aos 12, Jonathan cobrou escanteio e Fernando Pinto cabeceou para fora.

Aos 18, Pará cobrou falta para a área, Ricardo Jesus desviou de cabeça e a bola passou perto. Aos 20 minutos, o empate do Cruzeiro. Após cobrança de falta de Sanldanha, Fernando Pinto jogou para dentro da área e William Koslowski completou para o gol de cabeça. O Cruzeiro quase virou aos 29. Reinaldo cruzou na área e William Koslowski cabeceou livre, para fora.

Mas o zagueiro Fred fez um golaço aos 38 minutos. Ele ganhou na força, passou por dois e na saída do goleiro mandou para a rede, fazendo 3 a 2. Aos 43, Caprini cobrou escanteio e Micael desviou para fora, perto da trave. O Cruzeiro tentou pressionar no final

Ficha Técnica:

Juventude (3): Matheus; Vinícius, Micael, Fred e Pará; Amaral, Bruninho, Felipe Lima (Denner); Jô (Caprini), Queiróz e Jesus (Guilherme Oselame). Técnico: Márcio Angonese.

Cruzeiro (2): Deivity; Lucas Carvalho, Fernando Pinto, João Guilherme e Jonathan; Dê, Reinaldo, Wagner (Foguinho), William Koslowski; França (Kayron) e Saldanha (Michel). Técnico: Ben-Hur Pereira.

Local: Estádio Alfredo Jaconi (Caxias do Sul/RS)
Gols: William Koslowski (aos 7 do 1º e aos 20 do 2º) (C); Felipe Lima (aos 12 do 1º), Queiróz (aos 5 do 2°), Fred (aos 38 do 2º) (J)
Arbitragem: Márcio Coruja, auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi e por Julio Cesar Espinoza de Freitas.
Cartões Amarelos: Micael, Pará, Caprini (J); Jonathan, Lucas Carvalho (C)

(Foto: Arthur Dallegrave, EC Juventude)
Voltar

"Somos a voz do campeão"